Lâmpadas de LED para semáforos e postes são recomendadas em matéria

Lâmpadas de LED para semáforos e postes são recomendadas em matéria

 

Com o objetivo de gerar economia aos cofres públicos e melhorar a eficiência energética, o vereador Osni Freitas (PDT) apresentou na terça-feira (3) a moção legislativa 261/2017, que recomenda que o município de Lages seja incluído no Programa de Eficiência Energética (PEE) para substituição de lâmpadas dos semáforos e postes de iluminação pública por lâmpadas com tecnologia LED (Light Emitting Diode, na tradução, Diodo Emissor de Luz).

 

O documento aponta que as lâmpadas de LED consomem menos energia e apresentam maior durabilidade que as lâmpadas convencionais. Portanto a substituição, além de reduzir a conta de energia referente à iluminação pública, poderá reduzir em até 90% a manutenção dos serviços. “Essa tecnologia proporciona um feixe de luz mais forte aos motoristas e pedestres, melhorando a condução do trânsito e a iluminação noturna na cidade”, destaca Osni.

 

Aprovada pelos vereadores, a sugestão será enviada ao presidente da Celesc, Cleverson Siewert, ao diretor geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), Romeu Donizete Rufino, e ao governador do estado de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD).

 

Lâmpadas LED

 

LED (light emitting diode, ou diodo emissor de luz) é um semicondutor que emite luz quando percorrido por uma corrente elétrica. As lâmpadas de LED também se destacam por sua durabilidade. Sua vida útil média é de 40 mil horas. Isso significa que uma lâmpada LED pode ficar mais de quatro anos e meio acesa de forma ininterrupta.

 

Fotos: Divulgação: Prefeitura de Toledo-PR  e Nilton Wolff (Câmara de Lages)

 

Deise Ribeiro - Jornalista  
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br   

(49) 3251-5416