Câmara sugere capoeira como atividade extracurricular nas escolas municipais

Câmara sugere capoeira como atividade extracurricular nas escolas municipais

 

Inserir a capoeira como atividade extracurricular nas escolas municipais de Lages, essa é recomendação aprovada na segunda-feira (11) através da moção legislativa 223/2017. A matéria endereçada à Secretaria Municipal de Educação tem autoria conjunta dos vereadores Osni Freitas (PDT), José Amarildo Farias (PT), Ivanildo Pereira (PR), Bruno Hartmann (PSDB), Jair Junior (PSD) e Lucas Neves (PP).


Segundo a matéria, essa é uma ferramenta que poderá contribuir com a educação de crianças e adolescentes, uma vez que a prática esportiva auxilia na formação do indivíduo e pode evitar o envolvimento com drogas ou outros males que atingem a sociedade brasileira. Sendo assim, a proposta sugere que essa atividade deverá ser integrada à proposta pedagógica das respectivas escolas para promover o desenvolvimento cultural dos alunos.


 

O documento ainda aponta que o profissional de capoeira será acompanhado pela coordenação pedagógica da escola, que se responsabilizará pela adequação das atividades extracurriculares. Para ministrar as aulas, não será exigida do profissional de capoeira filiação a conselhos profissionais, federações ou confederações esportivas. Será necessário apenas o vínculo com a entidade a qual seja celebrada a parceria. A regulamentação e as disposições e forma de convênio deverão ser estabelecidas pelo Poder Executivo.

 

Fotos: Divulgação: Bega Godóy (Correio Lageano) e Nilton Wolff (Câmara de Lages)

 

Deise Ribeiro - Jornalista  
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br   
(49) 3251-5416