Liberação de medicamento de alto custo para pacientes em metástase do câncer de mama é tema de matér

Liberação de medicamento de alto custo para pacientes em metástase do câncer de mama é tema de matér

 

A Câmara de Vereadores de Lages aprovou por unanimidade na terça-feira (8) o requerimento 133/2017, endereçado ao Ministro da Saúde, Ricardo Barros, solicitando informações sobre a liberação do medicamento Trastuzumabe (Herceptin), utilizado para tratar o câncer de mama metastático. A matéria, de autoria do vereador David Moro (PMDB), questiona quando o medicamento estará disponível na rede do Sistema Único de Saúde (SUS), quantas doses desse medicamento estarão disponíveis mensalmente para cada unidade do SUS e qual o procedimento que deve ser adotado ao paciente que necessite do uso deste medicamento.

 

 

No início do mês, o governo federal publicou uma portaria no "Diário Oficial da União" que determina a incorporação do Trastuzumabe na lista de medicamentos oferecidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). No mercado, a droga o custa cerca de R$ 10 mil a dose.  Em circulação a mais de 15 anos, o medicamento é usado no tratamento do câncer de mama do subtipo HER2+, o mais agressivo e que atinge um quinto das mulheres com tumor no seio. Seu uso pode dobrar a sobrevida de pessoas em metástase - quando a doença já atinge outras áreas do corpo. 

 

Fotos: Divulgação: Vip Saúde e Nilton Wolff (Câmara de Lages)

 

Deise Ribeiro - Jornalista 
Assessoria de Imprensa - camaralages@camaralages.sc.gov.br
 
  
(49) 3251-5416